Compreenda a Perda Auditiva

Sinais de perda auditiva

Pare, respire e ouça

Nossos ouvidos estão sempre em funcionamento, tal como os sons ao nosso redor. Celulares tocando, pessoas conversando, cães latindo, tráfego causando ruído, o canto dos pássaros, mas quais destes sons você é capaz de identificar? É importante reservar um momento e ouvir simplesmente o mundo ao seu redor.

Nosso cérebro permite-nos identificar e interpretar diferentes sons e focar no que queremos ouvir. Ele pode reconhecer instantaneamente a voz de um amigo ou familiar ou permitir a leitura tranquila de um livro sem reconhecer os sons de fundo. Por isso, embora o som esteja sempre presente, é nosso cérebro quem decide que sons captar ou não! 

Nem sempre funciona dessa forma. Por vezes, nosso cérebro não é capaz de identificar um som porque nosso ouvido não consegue ouvi-lo. Você tem consciência dos sons que não consegue ouvir?

Causas da perda auditiva

Uma análise rápida sobre o porquê de você, um amigo ou familiar podem estar sofrendo de perda auditiva

Saber mais sobre as causas e tipos de perda auditiva que você, um amigo ou familiar podem estar apresentando é a primeira etapa para encontrar soluções que permitirão viver a vida ao máximo. 

Sofrer de perda auditiva – independentemente da causa ou grau – não é agradável, mas há boas notícias: graças à tecnologia de aparelhos auditivos modernos, a perda auditiva é um problema tratável.

A perda auditiva se divide em duas grandes categorias: a primeira é congênita e consiste na perda auditiva presente no nascimento e causada por fatores como a genética ou um nascimento prematuro. A segunda é adquirida e consiste em perda auditiva que ocorre após o nascimento e resulta de fatores como doença ou danos no ouvido.

Embora, na verdade, as pessoas "ouçam" com o seu cérebro, a perda auditiva ocorre quando uma parte da orelha – a orelha externa, média ou interna – fica danificada ou impossibilitada de funcionar corretamente e não pode conduzir normalmente sinais de som para o cérebro.

Tipos de perda auditiva

Orientações gerais para te ajudar a identificar o grau de perda auditiva

Os graus de perda auditiva diferem bastante, mas a maioria dos casos é categorizada como perceptível ou moderada. Ter sua audição testada por um profissional é a única forma de determinar o seu grau de perda auditiva e a melhor forma de tratamento.

Perda auditiva leve

Os ruídos fracos não são ouvidos. O entendimento de fala é difícil em um ambiente ruidoso.

Perda auditiva moderada

Os ruídos fracos e moderadamente altos não são ouvidos. O entendimento de fala se torna muito difícil com ruído de fundo.

Perda auditiva severa

É necessário falar muito alto nas conversas. Conversas em grupo exigem muito esforço.

Perda auditiva profunda

Alguns sons muito fortes são ouvidos. Sem um aparelho auditivo, não é possível se comunicar mesmo com grande esforço.

 
 
 

Fale com um Fonoaudiólogo

Envie suas dúvidas para nós

Enviar
Enviar

Agende já um teste auditivo!

Clique aqui